Saiba como fica o clima em junho nas áreas produtoras de café

Foto: Julio Huber

A colheita da safra de café ganhou maior ritmo no final de maio. Este ano, a colha dos grãos está enfrentando grandes desafios devido à pandemia da Covid-19, o que tem preocupado os agricultores. Neste momento, a prioridade é a colheita de café cereja, que deve ser mais acelerada para evitar que os grãos sequem.

Quanto à produção, se por um lado a bienalidade positiva do café arábica deixa os produtores animados, em algumas localidades a demora na maturação do fruto deixa preocupações. Como no último ano alguns produtores (principalmente os do Cerrado mineiro) sofreram com o atraso da chuva, a colheita está iniciando mais tarde. No entanto, a qualidade dos grãos não foi abalada, e o cafezal está com bons ramos para a safra de 2021 devido às chuvas.

Já em algumas outras localidades de Minas Gerais e São Paulo, os trabalhos estão mais adiantados. Nessas áreas, o clima este ano acelerou ligeiramente a maturação da safra, o que fez com que as lavouras ficassem prontas um pouco mais cedo.

FRIO EM JUNHO – O centro-sul do Brasil sentiu a entrada de duas fortes ondas de frio durante o mês de maio. Em junho, a incursão de várias massas de ar frio de origem polar também devem provocar quedas expressivas nas temperaturas. Apesar de o mês já ter começado com a passagem de uma frente fria, sua massa polar não foi forte o suficiente para provocar geada nas áreas de café.

Em São Paulo e no Paraná, devido à chuva do começo do mês, a colheita passou por paralisações momentâneas. Mas, na segunda quinzena de junho, o tempo seco deve predominar nessas áreas, e os trabalhos poderão seguir sem transtornos.

Com a passagem de algumas frentes frias e a entrada de massas de ar frio, há possibilidade de geada nas áreas produtoras destes dois estados. Por isso, os agricultores devem se manter sempre atentos à previsão do tempo. Em Minas Gerais e no Espírito Santo, a primeira quinzena do mês foi de pouca chuva. Além disso, não há risco de geada nas lavouras.

Fonte: Climatempo

Últimas notícias

Palestra aborda tendências inovadoras para o turismo das montanhas capixabas

A pandemia trouxe diversas mudanças no comportamento do consumidor e todos os setores ...

Laboratório de leite do Idaf recebe credenciamento oficial

Após anos de trabalho e dedicação, o Laboratório de Análise da Qualidade do ...

Apenas três municípios do Espírito Santo estão em risco amarelo no Mapa Covid-19

O Governo do Estado anunciou, ontem (18), o 23º Mapa de Risco Covid-19, ...

Demanda de frete rodoviário no agronegócio tem incremento de mais de 10%

Segundo o Índice de Fretes e Pedágios Repom (IFPR), a demanda por frete ...

Preço do arroz deve permanecer entre R$ 5 e R$ 7 até março do ano que vem

Um dos alimentos mais consumidos na mesa dos brasileiros sofreu um aumento de ...