São Mateus é reconhecida como ‘Capital Estadual das Especiarias’

O município de São Mateus é o maior produtor de pimenta-do-reino do Espírito Santo

Bruno Faustino

O município de São Mateus, no norte do Espírito Santo, produz pimenta-do-reino, pimenta rosa, pimenta jamaica, macadâmia, urucum, gengibre, entre outras especiarias e receberá, em breve, o título de “Capital Estadual das Especiarias”.

A demanda foi articulada pela Cooperativa dos Produtores Agropecuários da Bacia do Cricaré (COOPBAC). A PL 79/2020, de autoria do ex-deputado Freitas, foi apresentada para apreciação pela Assembleia Legislativa, no último dia 04, e, agora, foi sancionada pelo governador Renato Casagrande.

O Espírito Santo é, atualmente, o maior produtor e exportador de pimenta-do-reino do Brasil. Este ano, os produtores capixabas devem produzir entre 45 e 50 mil toneladas da especiaria. São Mateus é o município que mais produz pimenta-do-reino no Estado.

Entre janeiro e abril, o país exportou 42.741,76 toneladas de especiarias, resultando num montante de U$ 88,48 milhões, um aumento de 3,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Estados Unidos, Emirados Árabes, Alemanha e Vietnã foram os principais compradores das especiarias brasileiras.

Últimas notícias

Cooperação alemã investe U$ 2 milhões em projeto de apoio ao Comércio Justo na América Latina e Caribe

Mais de 84 mil produtores(as) da região da América Latina e do Caribe ...

Agricultura familiar recebe investimentos no Espírito Santo

Para comemorar a Semana da Agricultura Familiar, o Governo do Estado anunciou um ...

Maçã e gergelim brasileiros avançam no mercado indiano

As importações globais indianas tem crescido, havendo espaço para o Brasil aumentar ainda ...

Oficina de certificação e comercialização de produtos orgânicos é realizada em Linhares

A certificação e comercialização de produtos orgânicos foi tema de uma oficina realizada pelo ...

Gavião-pombo reabilitado volta à natureza

Um gavião-pombo-pequeno (Buteogallus lacernulatus), espécie ameaçada de extinção, teve uma nova chance na ...