Sebrae e Caixa garantem linha de crédito para pequenos negócios

A parceria facilita o acesso ao financiamento de capital de giro para MPEs  

O Sebrae/ES entendendo o agravamento da crise e os impactos da pandemia nos pequenos negócios está oferecendo, em parceria com a Caixa Econômica Federal, uma linha de crédito assistido. A iniciativa tem como objetivo facilitar o acesso dos empreendedores a financiamento de capital de giro. 

“Os empreendedores têm enfrentado dificuldades de acesso a crédito. De acordo com o último levantamento de impactos da Covid-19 nos pequenos negócios, 65% dos empresários que buscaram por empréstimos tiveram o pedido negado. Com esta parceria, a linha especial que está sendo disponibilizada pelo banco é garantida pelo Sebrae por meio do Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (FAMPE)”, destaca o superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo.

De acordo com o superintendente de Rede da Caixa Econômica Federal do Espírito Santo, Denis Matias, “a Caixa tem se mostrado cada vez mais o Banco de Todos os Brasileiros, a disponibilização do FAMPE é mais uma medida que visa minimizar os impactos econômicos causados pela pandemia. Nossa equipe de gerentes está engajada na concessão desta linha de crédito essencial para os pequenos empresários”, ressalta.

QUEM PODE TER ACESSO – Podem ter acesso ao Crédito Assistido, o empreendedor que configura nas categorias de Microempreendedor Individual (MEI), Micro Empresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP) ou Agroindústria formalizada conforme parâmetros da Lei Geral das MPEs. Também é necessário estar com 12 meses de faturamento ininterruptos. 

ACESSO AO CRÉDITO ASSISTIDO – Para ter acesso ao crédito, o empreendedor precisa realizar algumas etapas. Na fase de pré-empréstimo, ele vai ter a orientação do Sebrae por meio de um vídeo disponibilizado neste link: (http://bit.ly/CreditoAssistidoSebrae). É o momento de entender se realmente há necessidade de solicitar o empréstimo para capital de giro e avaliar a capacidade de pagamento das futuras prestações. 

Para demonstrar interesse no crédito, é necessário fazer um pré-cadastro disponível no mesmo link. O empreendedor será direcionado para o site da Caixa, onde deve fazer login e inserir dados da empresa que serão analisados pelo banco. Vale ressaltar a necessidade do preenchimento correto desses dados para não haver complicações no processo.

Não havendo restrições, o empreendedor deve confirmar os dados e selecionar Fampe no catálogo de operações disponíveis. Uma nova análise será feita, com exigência do envio das documentações necessárias já listadas durante o processo. Caso o crédito tenha sido concedido, a Caixa e o Sebrae entrarão em contato.

É importante que, havendo qualquer dúvida, desde o pré-cadastro até a conclusão do processo, o empreendedor entre em contato com o Sebrae/ES pelo 0800 570 0800.

VALORES E TAXA DE JUROS – Os valores por CNPJ variam de R$ 12,5 mil a R$ 125 mil, Já as taxas variam entre 1,09% a.m a 1,59% a.m, dependendo do tamanho da sua empresa, com uma carência de 9 a 12 meses para começar a pagar.

Fonte: Sebrae-ES

Últimas notícias

Definidas condições para liberação de linha de crédito para cafeicultores atingidos por geadas

O Voto será submetido ao Conselho Monetário Nacional, para em seguida disponibilizar essa ...

Congresso das Mulheres do Agronegócio terá debate sobre “Bioeconomia” e a relação entre o progresso econômico e o meio-ambiente

Mesa-redonda reunirá representantes de diferentes elos da cadeia produtiva para discutir os melhores ...

Exportações do agronegócio batem recorde para setembro, com US$ 10,1 bilhões

O complexo soja e as carnes foram destaques nas exportações do mês, registrando ...

Lançadas as primeiras variedades de batata coloridas do Brasil

Chegam ao mercado nacional as primeiras variedades de batata coloridas desenvolvidas no Brasil ...

Cooperativa lança plataforma com o maior acervo digital do agro

A Cooperativa de Produtores Rurais (Coopercitrus) coloca no ar hoje (15), a maior ...