Sebrae e Embrapa fecham parceria para atuação em 230 municípios

O Sebrae, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), avançou mais uma etapa na realização do projeto piloto para formação de um observatório que irá basear ações no programa AgroNordeste, do Governo Federal. Gestores e pesquisadores das instituições reuniram-se na sexta-feira (28/8) para apresentar a base conceitual dos trabalhos e dividir as equipes.

O objetivo inicial é monitorar, coletar, analisar e identificar os principais sinais e tendências no comportamento produtivo de pequenos negócios rurais, na região nordeste e em parte de Minas Gerais. Essas informações serão disponibilizadas na página Conexão Sebrae e ficarão disponíveis para consulta. O analista de competitividade do Sebrae, Victor Ferreira, moderou a reunião e analisa que essa fase de organização do conteúdo é fundamental para a tomada de decisões no futuro.

“O trabalho que estamos fazendo é minucioso, por isso vamos dividir o levantamento em grupos que irão analisar segmentos e temas que impactam o agronegócio. Por exemplo, uma equipe investiga leite e derivados, outra apicultura, fruticultura, agroindústrias, clima, assim por diante. Com todas essas informações em mãos vamos catalogar e publicar isso num repositório, que irá servir de base para o planejamento de ações futuras de forma assertiva. Estamos contando com a expertise da Embrapa para realizar a fase de inteligência estratégica. Em seguida, com a capilaridade do Sebrae em todo país, faremos isso chegar nos pequenos negócios rurais”, afirma Ferreira.

Para o economista e supervisor da Rede de Observatórios da Embrapa, Marcos Pena, concentrar informações detalhadas dos pequenos negócios rurais será um grande avanço. “O grande volume de informações do ambiente é limitador à nossa capacidade analítica, restringindo muito as condições de uma organização manter-se atenta às incertezas do ambiente. Isso prejudica a tomada de decisão, daí o desafio de identificar fontes importantes de informações do ambiente para captá-las e organizá-las para auxiliar a tomada de decisão”, disse.

O que é o AgroNordeste?

A iniciativa do governo federal é um plano de ação para impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural da região. O programa lançado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no dia 1º de outubro de 2019, será implantado em 230 municípios dos nove estados do Nordeste e parte de Minas Gerais, divididos em 12 territórios, beneficiando uma população rural de 1,7 milhão de pessoas.

O AgroNordeste conta com um comitê gestor formado por Sebrae, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar),  a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Banco do Nordeste (BNB) e o Banco do Brasil, Companhia  Nacional  de  Abastecimento (Conab) e Instituto  Nacional  de  Meteorologia (INMET).

Fonte: Sebrae

Últimas notícias

Rastreabilidade do gado atende às exigências do mercado europeu e proporciona maior rentabilidade aos pecuaristas

O mercado internacional de carne bovina está em crescimento. Segundo o USDA, serão ...

Cinco plantas para melhorar a energia do lar

Elas servem para perfumar, embelezar e até mesmo para alimentar. Mas o que ...

Oeste da Bahia vai ampliar cultivo de cereais e pode ajudar autossuficiência do Brasil

A triticultura da região oeste da Bahia pode contribuir na busca por autossuficiência ...

Mundo digital é uma oportunidade de negócios no agro

O agronegócio avançou fortemente em termos de digitalização durante a pandemia do novo ...

Estudantes realizam ação de reflorestamento em Colatina

A atividade foi coordenada pelo Núcleo de Educação Ambiental e Agroecologia Estudantes e ...