Sebrae e Embrapa fecham parceria para atuação em 230 municípios

O Sebrae, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), avançou mais uma etapa na realização do projeto piloto para formação de um observatório que irá basear ações no programa AgroNordeste, do Governo Federal. Gestores e pesquisadores das instituições reuniram-se na sexta-feira (28/8) para apresentar a base conceitual dos trabalhos e dividir as equipes.

O objetivo inicial é monitorar, coletar, analisar e identificar os principais sinais e tendências no comportamento produtivo de pequenos negócios rurais, na região nordeste e em parte de Minas Gerais. Essas informações serão disponibilizadas na página Conexão Sebrae e ficarão disponíveis para consulta. O analista de competitividade do Sebrae, Victor Ferreira, moderou a reunião e analisa que essa fase de organização do conteúdo é fundamental para a tomada de decisões no futuro.

“O trabalho que estamos fazendo é minucioso, por isso vamos dividir o levantamento em grupos que irão analisar segmentos e temas que impactam o agronegócio. Por exemplo, uma equipe investiga leite e derivados, outra apicultura, fruticultura, agroindústrias, clima, assim por diante. Com todas essas informações em mãos vamos catalogar e publicar isso num repositório, que irá servir de base para o planejamento de ações futuras de forma assertiva. Estamos contando com a expertise da Embrapa para realizar a fase de inteligência estratégica. Em seguida, com a capilaridade do Sebrae em todo país, faremos isso chegar nos pequenos negócios rurais”, afirma Ferreira.

Para o economista e supervisor da Rede de Observatórios da Embrapa, Marcos Pena, concentrar informações detalhadas dos pequenos negócios rurais será um grande avanço. “O grande volume de informações do ambiente é limitador à nossa capacidade analítica, restringindo muito as condições de uma organização manter-se atenta às incertezas do ambiente. Isso prejudica a tomada de decisão, daí o desafio de identificar fontes importantes de informações do ambiente para captá-las e organizá-las para auxiliar a tomada de decisão”, disse.

O que é o AgroNordeste?

A iniciativa do governo federal é um plano de ação para impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural da região. O programa lançado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no dia 1º de outubro de 2019, será implantado em 230 municípios dos nove estados do Nordeste e parte de Minas Gerais, divididos em 12 territórios, beneficiando uma população rural de 1,7 milhão de pessoas.

O AgroNordeste conta com um comitê gestor formado por Sebrae, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar),  a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Banco do Nordeste (BNB) e o Banco do Brasil, Companhia  Nacional  de  Abastecimento (Conab) e Instituto  Nacional  de  Meteorologia (INMET).

Fonte: Sebrae

Últimas notícias

Pesquisadores elaboram dicionário das características sensoriais do chá-mate

Grupo avaliou amostras de chá de diferentes regiões do Brasil para definir 39 ...

Índia estabelece novas exigências para importação de 24 produtos vegetais

A exportação deve estar acompanhada por certificado oficial, atestando que os produtos não ...

Rota marítima pelo Pacífico pode reduzir custos de frete

Os agricultores que utilizam os portos do Arco Norte podem obter redução de ...

Região de Poços de Caldas investe em marca coletiva de café vulcânico

Poços de Caldas, no Sul de Minas, é destino de muitos turistas atraídos ...

Marco Legal das Startups é aprovado no Senado

Em 2021, a relação entre cooperativas e startups pode ser ainda mais estimulada ...