Sebrae e MMA firmam parceria para apoiar pequenos negócios na área de serviços ambientais

Iniciativa inclui os empreendedores no âmbito do Programa Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais Floresta +

O Sebrae e o Ministério do Meio Ambiente (MMA) assinaram um acordo técnico de cooperação que vai permitir que micro e pequenas empresas, bem como microempreendedores individuais (MEI), sejam preparados para atuar na área de serviços ambientais. A parceria faz parte do lançamento do Programa Floresta + Empreendedor, no âmbito do Programa Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais Floresta +, que foi lançado pelo governo federal em meados do ano passado.  

Durante a cerimônia de assinatura do acordo, que ocorreu de forma híbrida, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, destacou a importância da participação do Sebrae na parceria. “A capilaridade e o know-how do Sebrae é uma espécie de garantia. O fato de ter o Sebrae como parceiro traz um grau de credibilidade e tangibilidade muito grande para as ações. O Brasil precisa de empreendedorismo em todas as hipóteses, inclusive no tema ambiental”, analisou.  

Os serviços ambientais são um conjunto de atividades como vigilância, monitoramento e proteção ambiental, como combate a incêndios e restauração de vegetação nativa, que proporcionam benefícios ambientais relevantes, resultando em melhoria para conservação ou proteção de vegetação nativa dos biomas brasileiros. 

Um exemplo dado pelo secretário da Amazônia e Serviços Ambientais, Joaquim Pereira Leite, é a necessidade de mão de obra para reformar os 14 milhões de fogões a lenha que existem no país, principalmente no Cerrado e na Caatinga. Segundo ele, já existe uma nova tecnologia que permite reformar um fogão a lenha com 50% a menos de lenha nativa, gerando crédito de carbono. “A ideia é que um MEI faça essa atividade e seja remunerado por isso. Além da reforma também haverá a redução de emissão de gases de efeito estufa”, explicou.  

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, que participou virtualmente do evento, a iniciativa vai trazer ganhos importantes para todos. “Estamos dando um passo muito sustentável na preservação do meio ambiente com uma parceria em que todos ganham. São ações práticas que preservam o meio ambiente em um jogo de ganha-ganha. Por um lado, ganham as empresas que querem contribuir no aspecto socioambiental e econômico e, por outro, também ganhamos ao apoiar os principais projetos do governo”, ressaltou.  

O diretor-técnico do Sebrae, Bruno Quick, que também participou da cerimônia destacou que a parceria torna mais tangível e comunicável a relevância da atividade econômica dos serviços ambientais. “Um trabalho como esse permite uma mudança na matriz de valor das pessoas porque na prática as pessoas vão enxergar o valor do meio ambiente e vão ser mais conscientes”, declarou.

Fonte: Sebrae

Últimas notícias

Nova instrução normativa de bem-estar animal nas granjas brasileiras é tema de evento on-line

A nova instrução normativa (IN 113/2020) que visa as adequações de manejo e ...

Líbia prepara primeira exposição focada em cafés

Evento reunirá produtores, vendedores, representantes de marcas nacionais e regionais, além dos amantes ...

Jerônimo Monteiro realiza primeira Mostra de Café Especial

O município de Jerônimo Monteiro vai realizar a 1ª Mostra de Café Especial. ...

Tradição familiar no agronegócio em evidência na Praça do Papa

A tradição familiar marca o agronegócio capixaba, que, segundo dados do Governo do ...

Ação de fiscalização do Mapa apreende 173 mil litros de bebidas com indícios de fraude

Uma ação de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) resultou ...