Segunda Onda: mercado chinês é fechado após Pequim registrar novos casos de Covid-19

Fotos: Xinhua/Pu Xiaoxu

Foto tirada por celular mostra um supermercado no distrito de Haidian em Beijing, capital da China, em 13 de junho de 2020

A capital chinesa registrou 36 novos casos de Covid-19 transmitidos domesticamente e um novo caso assintomático, informou, hoje (14) a comissão municipal de saúde.

Até este sábado (13), Pequim registrou 463 transmissões locais de Covid-19, incluindo 411 que receberam alta do hospital após a recuperação e nove mortes. Quarenta e três pacientes ainda estão em tratamento no hospital e um caso assintomático sob observação médica.

Até o momento, foram notificados 174 casos importados de Covid-19 na capital chinesa.

Mercado fechado em Pequim

Quatro dos novos casos mais recentes compraram mercadorias ou trabalharam no mercado de Xinfadi. Como isso, o maior mercado atacadista de frutas, vegetais e carne da capital chinesa, foi suspenso de realizar atividades neste sábado (13).

Foto tirada com celular mostra uma residente comprando carne em um supermercado no distrito de Haidian de Pequim, capital da China

Para garantir o suprimento do mercado, áreas específicas foram designadas para a venda de frutas e vegetais, de acordo com um comunicado emitido em conjunto pelo departamento de regulação do mercado e a comissão de saúde do distrito de Fengtai.

Cobrindo uma área de 112 hectares, o mercado de Xinfadi possui cerca de 1.500 funcionários de administração e mais de 4 mil logistas.

Todo o pessoal que teve contato próximo com o mercado desde 30 de maio será submetido a testes, disse Gao Xiaojun, porta-voz da Comissão Municipal de Saúde de Pequim.

Segundo Gao, a cidade agora possui 98 instituições qualificadas para testes, com capacidade de teste diária superior a 90 mil.

Chen Yankai, vice-diretor do Departamento Municipal de Regulação do Mercado de Pequim, disse que a cidade fortalecerá a inspeção dos mercados de alimentos com produtos frescos, carne suína congelada, carne bovina, carne ovina e carne aviária.

RASTREAMENTO EM MASSA – Após os relatos de novos casos da Covid-19, a equipe de controle e prevenção de doença realizou na última sexta-feira (12) testes em 1.940 pessoas nos mercados atacadistas de produtos agrícolas e supermercados da cidade. Quarenta e seis deles deram positivo para Covid-19.

Das 517 amostras coletadas no mercado de Xinfadi, 45 deram positivo nos testes de swab na garganta. Outro caso positivo foi de um mercado de produtos agrícolas no distrito de Haidian, que foi um contato próximo de um caso confirmado em Xinfadi.

Todas as 46 pessoas não apresentaram sintomas e estão sob rigorosa observação.

Enquanto isso, os centros de controle e prevenção de doença de Pequim nos níveis municipal e distrital organizaram profissionais para realizarem investigações nos mercados atacadistas de produtos agrícolas e grandes supermercados em toda a cidade.

As descobertas preliminares sugerem que esses casos podem estar em contato com um local poluído no mercado ou com pessoas infectadas, disse Pang.

Um total de 139 contatos próximos dos novos casos no distrito de Fengtai foi colocado sob observação médica coletiva, de acordo com o governo distrital.

Uma conferência de imprensa foi realizada pelo Departamento de Comunicação do Município de Beijing, em Beijing, capital da China, ontem (13)

Fonte: Xinhua / Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China

Últimas notícias

Tratoraço reúne mais de dois mil veículos contra taxação do ICMS

Um tratoraço realizado na manhã de ontem (14), na Avenida Coronel Marcondes, em ...

Valor da Produção Agropecuária de 2020 é o maior da história

Foto: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil A carne bovina foi um ...

Conab vende mais de 140 mil toneladas de milho para pequenos criadores em 2020

A comercialização de milho dos estoques do governo federal pôde beneficiar mais de ...

Projeto faz reúso de água para produção de alimentos

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) ...

Idaf registra primeira agroindústria de 2021 em Ibitirama

Uma queijaria de Ibitirama foi o primeiro estabelecimento de 2021 registrado junto ao ...