Sheila Posse é a nova diretora-técnica do Incaper

Sheila Posse entre o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, e o secretário de Agricultura, Paulo Foletto

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), passou a contar com Sheila Cristina Prucoli Posse como a primeira mulher a ocupar a diretoria técnica na instituição. A nomeação para o cargo foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (08).

A nova diretora-técnica destacou que pretende dar atenção às ações integradas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. “A gente espera realizar o nosso trabalho e tomar as decisões que teremos que tomar com base no diálogo com a equipe. Além disso, pretendemos fortalecer a integração entre os trabalhos de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. Este é o ponto forte, o diferencial do Incaper: ter pesquisa, assistência técnica e extensão rural na mesma instituição. Desta forma, pretendemos cumprir nossa missão para o desenvolvimento da agropecuária no Espírito Santo”, disse Sheila Posse.

A pesquisadora do Incaper é formada em engenharia agronômica e fez mestrado e doutorado na área de produção vegetal. É membro do conselho editorial do Incaper, coordenadora de projetos junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) e atua como consultora ad hoc em conjunto com outras instituições como Embrapa e Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

A nova diretora-técnica estava à frente da Gerência de Transferência de Tecnologia e Conhecimento (GTTC) do Instituto, que agora passa a ser comandada pela também pesquisadora do Incaper Vanessa Alves Justino Borges. Na diretoria técnica, Sheila Posse ocupa a vaga deixada por Nilson Araujo Barbosa, que se desligou do cargo por motivos pessoais.

O nome de Sheila Posse havia sido anunciado pelo secretário de Estado da Agricultura, Paulo Foletto, durante uma solenidade em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. “Quando a gente olha para o Incaper vê muitas mulheres fazendo um excelente trabalho. Mas, na maioria das vezes, só os homens estão à frente do Instituto. Ter no Incaper a presença feminina com essa intensidade é gratificante, é sinônimo de excelência. E a mulher do Incaper possui um papel fundamental para a construção e o equilíbrio do sistema agricultura”, destacou Foletto.

“Nós já conhecemos a importância que o Incaper tem. E uma mulher à frente da diretoria técnica vai evidenciar esta importância. Precisamos dessa força feminina para abrilhantar ainda mais o nosso trabalho. Temos certeza de que a Sheila vai dar uma enorme tranquilidade para a equipe trabalhar”, reforçou o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, na ocasião.

Texto: Juliana Esteves/Incaper

Últimas notícias

Cursos de tratorista e cultivo de cacau exclusivos para mulheres

Registro de ação do projeto “Mulheres do Cacau” com produtoras rurais As mulheres estão ...

Mapa destrói 58 mil garrafas de azeite de oliva fraudado

Foi a maior apreensão já realizada pelo Ministério da Agricultura no país desde ...

Campanha pretende estimula consumo do produto no país

Tema foi debatido durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite ...

Conab afirma que clima prejudica oferta de hortaliças e frutas no país

Quem procura preços baixos no atacado terá que aguardar mais um pouco até ...

Congresso Brasil-Alemanha de Inovação acolhe também o tema de sustentabilidade

Um dos eventos mais tradicionais do ecossistema brasileiro de inovação e o maior ...