Sheila Posse é a nova diretora-técnica do Incaper

Sheila Posse entre o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, e o secretário de Agricultura, Paulo Foletto

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), passou a contar com Sheila Cristina Prucoli Posse como a primeira mulher a ocupar a diretoria técnica na instituição. A nomeação para o cargo foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (08).

A nova diretora-técnica destacou que pretende dar atenção às ações integradas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. “A gente espera realizar o nosso trabalho e tomar as decisões que teremos que tomar com base no diálogo com a equipe. Além disso, pretendemos fortalecer a integração entre os trabalhos de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. Este é o ponto forte, o diferencial do Incaper: ter pesquisa, assistência técnica e extensão rural na mesma instituição. Desta forma, pretendemos cumprir nossa missão para o desenvolvimento da agropecuária no Espírito Santo”, disse Sheila Posse.

A pesquisadora do Incaper é formada em engenharia agronômica e fez mestrado e doutorado na área de produção vegetal. É membro do conselho editorial do Incaper, coordenadora de projetos junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) e atua como consultora ad hoc em conjunto com outras instituições como Embrapa e Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

A nova diretora-técnica estava à frente da Gerência de Transferência de Tecnologia e Conhecimento (GTTC) do Instituto, que agora passa a ser comandada pela também pesquisadora do Incaper Vanessa Alves Justino Borges. Na diretoria técnica, Sheila Posse ocupa a vaga deixada por Nilson Araujo Barbosa, que se desligou do cargo por motivos pessoais.

O nome de Sheila Posse havia sido anunciado pelo secretário de Estado da Agricultura, Paulo Foletto, durante uma solenidade em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. “Quando a gente olha para o Incaper vê muitas mulheres fazendo um excelente trabalho. Mas, na maioria das vezes, só os homens estão à frente do Instituto. Ter no Incaper a presença feminina com essa intensidade é gratificante, é sinônimo de excelência. E a mulher do Incaper possui um papel fundamental para a construção e o equilíbrio do sistema agricultura”, destacou Foletto.

“Nós já conhecemos a importância que o Incaper tem. E uma mulher à frente da diretoria técnica vai evidenciar esta importância. Precisamos dessa força feminina para abrilhantar ainda mais o nosso trabalho. Temos certeza de que a Sheila vai dar uma enorme tranquilidade para a equipe trabalhar”, reforçou o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, na ocasião.

Texto: Juliana Esteves/Incaper

Últimas notícias

Federação da Agricultura defende reforma tributária que não aumente impostos para produtor

A reforma tributária está em discussão no Congresso Nacional e a Federação da ...

Pele de tilápia é o grande vencedor do Prêmio Euro e leva mais de R$ 3,2 milhões

Com um total de 1.655 projetos inscritos no Brasil e mais de 15 ...

Estudantes conversam com representantes de cooperativas de Santa Maria de Jetibá

O cooperativismo é uma filosofia de vida que já faz parte da rotina ...

Ministério público pede para que prefeito não autorize a Festa da Polenta

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria ...

Você conhece o alho negro e sabe sobre seus benefícios?

Você já ouviu falar em alho negro? Trata-se de um alho comum que ...