Tabaco brasileiro teve destino para 111 países em 2019

O Brasil é líder mundial em negócios com tabaco e detentor de 25% das vendas do produto no planeta. O país fechou 2019 com US$ 2,14 bilhões e 549 mil toneladas em exportações, segundo dados do Ministério da Economia.  Um aumento significativo, uma vez que os números finais revelaram o aumento de 7,6% em dólares e de 19% no volume de tabaco embarcado em relação ao ano anterior (2018), quando haviam sido embarcadas 461 mil toneladas, gerando US$ 2 bilhões em divisas.

Porém, o mercado se manteve estável e esse acréscimo se deve ao fato de, no ano anterior, ter havido queda em função de questões logísticas e da decisão da China postergar embarques para o início de 2019. Ao todo, 111 países compraram o produto brasileiro.

O principal mercado continua sendo a União Europeia, destino de 40% do tabaco exportado. O país que mais importou o tabaco brasileiro em 2019 foi a Bélgica (US$ 526 milhões), seguido da China (US$ 383 milhões) e Estados Unidos (US$ 189 milhões). Na sequência da lista dos principais clientes estão a Indonésia (US$ 106 milhões), Rússia (US$ 77 milhões), Alemanha (US$ 67 milhões) e Turquia (US$ 60 milhões).

O tabaco representou 0,95% do total de exportações brasileiras e 4,84% dos embarques da Região Sul de 2019. No Rio Grande do Sul, estado que concentra mais da metade da produção brasileira, o produto foi responsável por 9,62% do total das exportações.

Últimas notícias

Uvas de mesa são tema de palestra técnica on-line na terça-feira (27)

Em prosseguimento à Capacitação em Fruticultura Tropical, coordenada pela Embrapa Cerrados (DF), será ...

Conab analisa efeitos da falta de chuvas nas lavouras de milho, algodão e trigo

A região Centro-Oeste, responsável pela maior produção de grãos do país, sentiu os ...

Operação Colheita apreende armas, drogas e prende 25 criminosos no Estado

Cerca de dois meses após o início das ações, a Operação Colheita, lançada ...

Inmet disponibiliza plataforma de monitoramento de estimativa de geadas no Brasil

O mapa indica a possibilidade da ocorrência de geada, baseada na temperatura mínima ...

Frutas, castanhas e verduras nativas do Brasil estão em nova lista de espécies da sociobiodiversidade com valor alimentício

São considerados produtos da sociobiodiversidade os bens e serviços gerados a partir de ...