Três municípios da Região Serrana estão entre os cinco em risco alto para Covid-19

Julio Huber

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, divulgou o novo Mapa de Risco de transmissão da Covid-19 (coronavírus), que passará a valer a partir da próxima segunda-feira (21).  

Desta vez, cinco municípios estão na classificação de risco alto: Afonso Cláudio, Alfredo Chaves, Vargem Alta, Mantenópolis e Ecoporanga. Dos cinco, três são da Região Serrana do Estado. A partir da próxima semana, Domingos Martins, Anchieta, Marilândia e Ibiraçu, que ainda estão em risco alto, passaram a integrar os municípios com classificação de risco moderado, junto com outros 51 municípios. Na classificação de risco baixo estão os demais 22 municípios.  

“Hoje, os números de casos por dia são superiores aos identificados em julho, quando no auge da pandemia. Há também um crescimento no número de óbitos. Infelizmente, há um crescimento no número de casos e de óbitos maior no interior, mas também é crescente na Grande Vitória”, alertou Casagrande.

O novo mapa entra em vigor a partir da próxima segunda-feira (18)

O governador alertou que a população precisa se conscientizar de que é necessário o distanciamento e a não aglomeração, bem como o uso de máscaras e cuidados necessários para evitar o contágio. “Se não nos conscientizarmos, teremos um verão de tristezas, como muitas pessoas internadas e com mortes”, disse o governador.

Ele ainda informou que há 517 leitos de UTI ocupados com pacientes com Covid-19 no Estado. “Já tivemos 280 leitos ocupados, e hoje estamos com 72% de ocupação dos leitos de UTI. Há uma tendência de pressão no sistema de saúde. Estamos abrindo mais leitos e contratando mais profissionais, mas há um limite. A falta de profissionais de saúde é um limitador. Pode chegar ao ponto de termos um leito equipado, mas não termos um profissional para atender ao paciente”, lamentou.

Casagrande informou que se o número de ocupação de leitos de UTI chegar a 80%, o mapa do Estado ficará com muitos municípios em classificação de risco alto. Em cidades classificadas em risco alto, restaurantes, lojas de conveniência, distribuidoras de bebidas alcoólicas, bem como estabelecimentos comerciais e de serviços, só poderão funcionar de segunda a sexta-feira, até as 20 horas. Aos sábados, o funcionamento será apenas até as 16 horas. Aos domingos, esses locais devem permanecer fechados. Não há restrições para a modalidade de venda delivery.

Eventos sociais, como aniversários e casamentos, além de shows e eventos corporativos, seguem estritamente proibidos. Existe a proibição ainda do consumo presencial de bebidas alcoólicas em distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

VACINAS – Durante o seu pronunciamento, feito por meio da internet, Casagrande também comentou sobre tratativas ocorridas durante a semana, com o presidente Jair Bolsonaro, sobre as vacinas que devem ser compradas pelo governo federal. “Acreditamos que em fevereiro haverá vacina para os grupos de risco, de acordo com a definição do plano de imunização”, disse.

O governador ainda alertou para a importância da maior parte dos brasileiros ser vacinada. “Enquanto não tivermos um trabalho efetivo de fazer com que a população seja vacina, não teremos uma certeza sobre a recuperação da economia brasileira. O Espírito Santo já se preparou. Já compramos as seringas e estamos preparados para a chegada da vacina, para aplicarmos imediatamente na nossa população”, afirmou.  

RISCO ALTO: Afonso Cláudio, Alfredo Chaves, Ecoporanga, Mantenópolis e Vargem Alta.

RISCO MODERADO: Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alto Rio Novo, Anchieta, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itarana, Iúna, Linhares, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Mucurici, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Piúma, Rio Bananal, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Apiacá, Atílio Vivácqua, Boa Esperança, Brejetuba, Conceição do Castelo, Itapemirim, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Marataízes, Montanha, Muqui, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São Gabriel da Palha e Vila Pavão.

Últimas notícias

Organização insere mais de 265 milhões de novas árvores no Brasil

O ano de 2021 marca o início da Década da Restauração de Ecossistemas ...

Operação desarticula abate clandestino de suínos

Um abate clandestino de suínos foi desarticulado, na última quinta-feira (14), no município ...

Própolis contribui no tratamento de pacientes com Covid-19

Julio Huber Um estudo clínico que está em andamento pretende comprovar a eficácia ...

Apoio à agricultura familiar beneficia mais de 800 agricultores capixabas

A agricultura familiar no Espírito Santo teve um aporte de R$ 5 milhões ...

Contratos futuros do café se recuperam no mercado internacional

Com fundamentos inalterados, cotações seguem oscilando com base em fatores técnicos e no ...