Vacinação contra febre aftosa começa na sexta-feira (1º) no Espírito Santo

A primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa dos rebanhos do Espírito Santo começa na próxima sexta-feira (1º), e vai até o dia 30 de junho. O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) alerta os produtores rurais que nessa etapa serão vacinados bovinos e bubalinos com até dois anos de idade. No caso dos produtores rurais que possuam apenas bovinos e bubalinos com idade acima de 24 meses, é obrigatória a atualização cadastral junto ao Idaf.

A primeira etapa este ano será mais longa devido a uma solicitação do Idaf ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para estender por mais 30 dias a campanha, assim evitará a aglomeração dos produtores nas lojas de venda da vacina e nos escritórios do Idaf.

Por conta da pandemia do coronavírus (Covd-19), a comprovação da vacinação ou atualização cadastral deverá ser realizada, preferencialmente de forma on-line pelo produtor rural. Dessa forma, o produtor poderá realizar a comprovação de sua residência, de acordo com as orientações das organizações da saúde que determinam o afastamento social como a forma mais eficaz de combater o contágio pelo vírus. O prazo para a comprovação on-line é até o último dia da etapa da campanha de vacinação.

Segundo o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, o instituto precisou adotar algumas medidas por conta do coronavírus. “Desta vez o produtor poderá realizar a comprovação através do nosso site ou por e-mail e a entrega da declaração de vacinação nos escritórios do Idaf poderá ser feita por terceiros, evitando assim, o deslocamento de produtores rurais pertencentes ao grupo de risco”, disse.

De acordo com o médico-veterinário e responsável pelo Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa do Idaf, Porto Júnior, é fundamental a adesão pelo produtor rural, tendo em vista que nessa etapa serão vacinados os animais na faixa etária mais susceptível a contrair a doença.

“Uma vacinação bem feita com todos os cuidados de higiene e conservação da vacina adotados, proporcionarão a proteção necessária para estes bois e búfalos mais jovens. Vale lembrar, que o Espírito Santo faz parte do Bloco IV para retirada da vacinação a partir do segundo semestre de 2021, portanto, a manutenção de altos índices de cobertura vacinal até lá, é uma das exigências para continuidade no pleito”, afirmou o médico-veterinário.

Como fazer a comprovação on-line

Para fazer a comprovação da vacinação pelo site do Idaf (www.idaf.es.gov.br), é necessário ter acesso ao Siapec (sistema disponibilizado no site). Para quem ainda não tem acesso, é preciso solicitá-lo pelo e-mail da gerência local responsável pelo município da propriedade. Todos os e-mails das gerências estão disponíveis site do instituto. Ao solicitar o acesso, o produtor precisa preencher e enviar o “Formulário de solicitação de senha”, conforme o modelo disponível no site do Idaf, e documento de identidade com foto devidamente digitalizado.

Nesta etapa também será aceito o envio de declaração de vacinação por e-mail. O produtor rural deverá enviar o formulário “Declaração de Vacinação contra Febre Aftosa e Atualização do Rebanho”, preenchido e assinado, juntamente com a cópia da nota fiscal, para o e-mail da gerência local do Idaf responsável pelo município da propriedade.

Trânsito de bovinos e bubalinos

Durante as etapas de vacinação contra a febre aftosa, os bovinos e bubalinos em idade vacinal só poderão ser movimentados após terem recebido a vacinação da primeira etapa, obedecidos os prazos de carência previstos na IN Mapa n° 44/2007: 15 dias para animais com uma vacinação; 7 dias para animais com duas vacinações; e a qualquer momento após a terceira vacinação, exceto quando destinados ao abate, pois ficam dispensados da obrigatoriedade da vacinação por até 60 dias após o término da etapa.

Texto: Rafaely Lyra/Idaf

Últimas notícias

Cursos de tratorista e cultivo de cacau exclusivos para mulheres

Registro de ação do projeto “Mulheres do Cacau” com produtoras rurais As mulheres estão ...

Mapa destrói 58 mil garrafas de azeite de oliva fraudado

Foi a maior apreensão já realizada pelo Ministério da Agricultura no país desde ...

Campanha pretende estimula consumo do produto no país

Tema foi debatido durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite ...

Conab afirma que clima prejudica oferta de hortaliças e frutas no país

Quem procura preços baixos no atacado terá que aguardar mais um pouco até ...

Congresso Brasil-Alemanha de Inovação acolhe também o tema de sustentabilidade

Um dos eventos mais tradicionais do ecossistema brasileiro de inovação e o maior ...