Café: produção brasileira este ano pode diminuir 30%, estima CNC

A safra de café do Brasil em 2021 provavelmente cairá cerca de 30% em comparação com o ano passado por causa do clima excepcionalmente quente e seco no segundo semestre de 2020, mas o maior produtor mundial ainda terá produto suficiente para atender à demanda global, de acordo com Silas Brasileiro, presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), órgão que reúne algumas das principais cooperativas do setor.

A produção de café arábica do Brasil segue um ciclo bienal, com safras maiores alternadas com safras menores no ano seguinte. Nesse sentido, a produção de 2021 já era esperada ser menor do que a produção recorde de 2020, de 63,1 milhões de sacas, conforme pesquisa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Uma queda de 30%, entretanto, seria a maior redução em relação ao ano anterior desde 2003, de acordo com números da Conab. A previsão da Conab de janeiro é de um declínio de 21% a 31% em 2021. O limite superior dessa faixa significaria uma safra de cerca de 43,8 milhões de sacas, que seria a menor safra em ano de bienalidade negativa desde 2015.

O Brasil é o maior exportador mundial de café, respondendo por um terço ou mais das exportações globais de café, portanto, uma queda acentuada na produção do país sul-americano pode ter um grande impacto nos mercados mundiais. Mas entre a produção em 2021 e os estoques que sobraram da grande safra de 2020, o Brasil terá café suficiente para abastecer os mercados, disse Brasileiro.

“Pareceu assustador no início, havia muita preocupação com a queda na produção”, afirmou ele. “Mas mesmo com queda de 30%, com nossos estoques atuais esperamos conseguir atender a demanda” deste ano, garantiu.

A falta de chuva e as temperaturas mais altas do ano passado também podem ter um impacto negativo na safra de 2022. Mas as preocupações iniciais sobre os efeitos do mau tempo agora estão diminuindo depois das chuvas recentes que ajudaram o desenvolvimento das plantas, explicou Brasileiro. “Antes pensávamos que 2021 e 2022 teriam pequenas safras, mas agora parece que 2022 será um ano normal”, concluiu ele.

Fonte: Dow Jones Newswires

Últimas notícias

Cursos de tratorista e cultivo de cacau exclusivos para mulheres

Registro de ação do projeto “Mulheres do Cacau” com produtoras rurais As mulheres estão ...

Mapa destrói 58 mil garrafas de azeite de oliva fraudado

Foi a maior apreensão já realizada pelo Ministério da Agricultura no país desde ...

Campanha pretende estimula consumo do produto no país

Tema foi debatido durante reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite ...

Conab afirma que clima prejudica oferta de hortaliças e frutas no país

Quem procura preços baixos no atacado terá que aguardar mais um pouco até ...

Congresso Brasil-Alemanha de Inovação acolhe também o tema de sustentabilidade

Um dos eventos mais tradicionais do ecossistema brasileiro de inovação e o maior ...