Cafeicultura é tema de livro

Jésus Fernando Miranda Barbosa fala sobre trabalho e dedicação de produtores rurais e a importância da cafeicultura.

“O que ninguém te contou sobre o café” é o nome do livro lançado, em abril, pelo escritor e servidor público Jésus Fernando Miranda Barbosa, que atua na subgerência de Licenciamento Florestal do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf).

O livro traz o resumo da recuperação de um imóvel rural, com temas importantes, como o custo da restauração de uma propriedade cafeeira, o investimento, o trabalho e a dedicação dos produtores rurais e também como a pandemia da Covid-19 afetou o setor. O livro conta ainda com um capítulo dedicado exclusivamente ao planejamento para condução da lavoura.

De acordo com o autor, o livro surgiu após a observação da escassez de material disponível para consulta e é produto dos trabalhos desenvolvidos durante a recuperação de uma propriedade rural depauperada, contendo uma lavoura de 130 mil pés de cafés e também da infraestrutura necessária para preparação dos grãos para o consumo. 

“As anotações de gastos com insumos, mão de obra, máquinas e outros itens foram religiosamente registradas e puderam ser comparadas ao final de cinco safras. Acreditamos que essa experiência poderá contribuir para o setor cafeeiro, produtores e demais interessados no assunto, desde curiosos amantes da bebida até profissionais experientes. Talvez você, assim como nós que escrevemos este livro, seja um grande apreciador dessa bebida. Esperamos que possa ter uma boa leitura, de preferência com uma xícara bem quente de café ao seu lado”, exclama Barbosa. 

Segundo o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, muitos dos servidores se destacam na criação de artigos, livros, trabalhos científicos, salas de aulas e pesquisas voltadas à agricultura e meio ambiente. “Tenho muita admiração pela equipe extraordinária que faz do Idaf um dos maiores e melhores institutos de defesa agropecuária e florestal do País. São servidores que se dedicam e realizam um trabalho esplêndido dentro e fora do local de trabalho. Quero parabenizar pela escolha do Jésus em escrever sobre um assunto tão relevante, a cafeicultura, que se destaca em todo País e é fonte de renda de muitos agricultores familiares no nosso Estado”, disse Louzada.

BIOGRAFIA – Jésus Fernando Miranda Barbosa, natural de Manhuaçu, é filho de produtores rurais e cresceu entre o campo e a cidade. É Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e mestre em Biologia Vegetal pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Atualmente, é servidor público do Estado do Espírito Santo, atuando nas áreas de Licenciamento Florestal, Avaliação de Imóveis Rurais e Fiscalização Ambiental.

Fonte: Idaf-ES

Últimas notícias

Cooperativas capixabas podem usar Funsaf para modernização da produção agrícola

A economia colaborativa é realidade no Espírito Santo há anos. No mundo agropecuário, ...

Recuperação de nascentes beneficia comunidade rural

Uma parceria firmada entre Emater-MG, prefeitura, Copasa e produtores rurais permitiu a criação ...

Faculdade CNA está com inscrições abertas para o vestibular

A Faculdade CNA está com inscrições abertas até o dia 23 de fevereiro ...

Inscrições para coordenação de pesquisa sobre peixes começam na segunda-feira (24)

As inscrições para a seleção de coordenador de projeto de pesquisa do Instituto ...

Venda Nova do Imigrante é destaque em projeto de qualificação do turismo rural

A rota de Agroturismo em Venda Nova do Imigrante foi validado pelo Ministério ...