Cooabriel promove treinamento sobre classificação e degustação para cooperados

Um grupo de sócios da Cooabriel participou de um Curso de Classificação e Degustação de café. A capacitação, que teve início no dia 22 de fevereiro, termina na última sexta-feira (26), em São Gabriel da Palha.

Ao todo, participam doze cooperados que possuem propriedades em São Gabriel da Palha, Vila Valério, Boa Esperança, Nova Venécia, Jaguaré e Governador Lindenberg.

Anúncio

Os cinco dias de curso foram divididos em dois módulos, sendo dois dias de treinamento em classificação e três dias em degustação. A iniciativa é realizada em parceria com o Senar.

Anúncio

Segundo o gerente Corporativo Comercial e Técnico da Cooabriel, Carlos Augusto Pandolfi, a parceria com o Senar para ofertar o curso de classificação e degustação de café conilon é uma iniciativa inovadora da Cooabriel. “O objetivo é capacitar os produtores a reconhecer e valorizar ainda mais o fator qualidade no trato das lavouras e nos processos de preparação dos grãos que serão entregues ao mercado. Afinal, mais do que reconhecer defeitos e perceber sabores e aromas, é importante aprender como os defeitos são gerados e quais processos podem ser melhorados para mitigar a presença de substâncias que podem modificar a percepção de quem bebe o café. Esta é a primeira turma e com toda certeza, com o apoio do Senar e engajamento da equipe Cooabriel e dos nossos sócios, iremos replicar este treinamento para alcançar o maior número de produtores possível”, explicou.

No conteúdo do curso foram abordados temas como umidade, origem dos defeitos e avaliação de cafés por atributos. De acordo com o coordenador do curso e o gerente de armazéns, José Carlos de Azevedo, o conteúdo já tem feito diferença para os produtores. “Para todos, esse é o primeiro contato com esse tipo de conhecimento. Isso, na prática, irá refletir diretamente no aumento da qualidade dos cafés produzidos pelos sócios”, disse.

O campeão do XVII Concurso Conilon de Excelência Cooabriel na categoria café natural, em 2020, Tiago Herzog é um dos sócios que participou do curso. “Tem sido uma oportunidade de adquirir muito aprendizado e trocar informações. Saímos da rotina no campo, mas isso irá melhorar ainda mais a forma como produzo o grão, pois o objetivo é conhecer mais as demandas do consumidor final”, afirmou.

Outro produtor que também participou do curso é o sócio Walcenir Antônio de Oliveira, de São Gabriel da Palha. “O instrutor explica tudo de forma simplificada com a nossa linguagem. Esses conhecimentos irão me ajudar a fazer um café com mais qualidade e com um rendimento maior”, finalizou.

Fonte: Cooabriel

Anúncio

Anúncio

Últimas notícias

62% dos navios para exportação de café registram atrasos em junho

De acordo com um levantamento do Cecafé, realizado com exportadores responsáveis por 77% ...

Banestes disponibiliza R$ 1 bilhão para o Plano Safra 2024/2025

Foto: Divulgação O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) anunciou, na manhã ...

Saiba como é a produção de mudas in vitro

Está disponível no canal do YouTube do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica ...

Concurso irá premiar as 10 melhores fotos e vídeos das montanhas capixabas

Foto: Gabriel Lordello/Mosaico Imagem Chegou a hora de revelar os segredos mais bem ...

Cafeicultura sustentável torna Seguro Rural mais barato

Foto: NKG-Stockler Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), o Conselho Nacional do Café ...