Plataforma de Governança Territorial disponibiliza serviços do Incra pela internet

A transformação digital do Governo Federal avança ainda mais no campo para facilitar a vida dos produtores rurais de todo o país. Na última semana, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou a Plataforma de Governança Territorial do Incra, que reúne diversos serviços essenciais do instituto para beneficiários da reforma agrária, ocupantes de áreas rurais da União e proprietários de imóveis rurais.

No evento, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) destacou a importância de levar acesso à tecnologia e serviços digitais para quem vive e trabalha no campo. “Essa ferramenta vai dar segurança, transparência, agilidade a essas pessoas que esperam há tantos anos por esses serviços”, afirmou.

A solução desenvolvida pelo Serpro oferece, de forma simples, rápida e segura, serviços de consulta de dados, emissão de documentos, solicitação de títulos, atualização de dados e acompanhamento de requerimentos. Tudo isso a partir do uso da conta gov.br e sem a necessidade de ir à uma unidade de atendimento presencial do Incra.

O presidente do Incra, Geraldo Melo, explicou que a Plataforma de Governança Territorial simplifica e acelera a titulação das ocupações em terras públicas e assentamentos da reforma agrária. “Possibilita a unificação das bases de dados do Incra e a automatização dos processos. É a integração de soluções de inteligência territorial com ferramentas tecnológicas para apoiar a regularização fundiária, promover sustentabilidade e levar segurança jurídica a quem produz”, disse. Geraldo Melo anunciou ainda que o Incra alcançou a marca de 100 mil documentos de titulação emitidos somente em 2021.

Com a ferramenta, o homem do campo terá acesso a inovação e as facilidades do mundo digital, ressaltou o diretor-presidente do Serpro, Gileno Barreto. “A plataforma traz praticidade e avanços, como a automatização de procedimentos e validação de dados, a integração de sistemas e de diferentes bases de dados governamentais. É a transformação digital do Governo Federal para atender às necessidades dos agricultores com agilidade, eficiência e transparência”.

Participaram também do lançamento o secretário-executivo do Mapa, Marcos Montes, o presidente da Embrapa, Celso Moretti, e o secretário adjunto de Assuntos Fundiários do Mapa, Leandro Mota.

Serviços oferecidos

O principal serviço que poderá ser acessado pela Governança Territorial é a solicitação de título de regularização fundiária e de assentamento da reforma agrária. Com a disponibilização do serviço digital, os assentados e ocupantes de áreas rurais da União passíveis de regularização poderão solicitar a titulação pela internet, sem a necessidade de ir à uma unidade presencial do Incra.

Essa primeira versão já conta com análise inteligente de conformidade para a titulação, com validação automatizada a partir de consultas de bases, ou seja, a plataforma irá verificar imediatamente se o interessado está apto a receber o título, se existe alguma pendência ou se a área está apta. Até o momento, estão listados 739 assentamentos aptos para regularização, onde vivem mais de 56 mil famílias.

A ferramenta agiliza o atendimento ao cidadão, acelera a entrega dos títulos sem pendências e possibilita o acompanhamento do processo de titulação, que ocorre de forma mais transparente e simplificada.

Na plataforma, também está disponível o portal unificado de serviços. Anteriormente, o cidadão precisava conhecer os vários sistemas existentes para fazer solicitações e buscar informações. Com a plataforma, os serviços ofertados pelo Incra ficam reunidos em um único local, com acesso personalizado.

O acesso à plataforma é realizado por meio de login na conta do gov.br. São ofertados os serviços de acordo com o perfil de cada usuário. Os beneficiários da reforma agrária podem verificar o cadastro e a situação no assentamento. Na área personalizada do usuário, é possível informar ao Incra as principais necessidades por meio de formulário eletrônico. A solicitação do título pode ser feita e acompanhada de forma simples e rápida pela plataforma, assim como  a conferência da relação de assentamentos aptos para titulação.

Os ocupantes de áreas rurais da União podem, também, solicitar o título e regularizar a posse. Já os produtores rurais podem acessar os serviços relacionados ao imóvel rural cadastrado no Incra, como a emissão do CCIR, a inclusão e a atualização cadastral. O interessado acessa a plataforma, faz login com a conta gov.br e escolhe o serviço desejado, sem necessidade de deslocamento até uma unidade do Incra. Todos os serviços disponíveis são gratuitos.

Facilidade

A plataforma pode ser acessada via internet por meio de celulares, tablets, notebooks e computadores a qualquer momento no endereço www.pgt.incra.gov.br. Caso o agricultor não tenha internet na propriedade, pode acessar em qualquer local com sinal.

A solução dispensa a entrega de documentos para resolver demandas e a conferência automática de dados diminui o tempo de resposta de quem precisa recorrer ao Incra. Permite ao interessado acompanhar a sua solicitação e verificar a existência de pendências, com recebimento de notificação via meio eletrônico.

Há previsão de novos serviços e funcionalidades entrarem em funcionamento até o final do ano. Entre as entregas previstas está a emissão dos títulos definitivos e provisórios por meio da plataforma.

Automatização de processos

Instituída pela Portaria Incra nº 1.423/2021, a Plataforma integra o Plano Digital do Incra, que visa promover a automatização e a desburocratização de processos, garantir agilidade e qualidade das informações, além de criar ferramentas que otimizem recursos orçamentários.

A ferramenta assegura maior agilidade e eficácia à política pública de titulação, implementando a diretriz do Governo Federal de promover segurança jurídica, inclusão produtiva e sustentabilidade no campo.

Na plataforma, estão concentrados todos os procedimentos de titulação das áreas dos projetos de reforma agrária do Incra e das ocupações em terras públicas passíveis de regularização fundiária sob domínio da União ou do próprio instituto.

Com a Plataforma de Governança Territorial, é possível realizar a análise automatizada da conformidade dos requerimentos online de titulação fundiária que estejam de acordo com a legislação vigente. As informações trafegam em ambiente seguro e em cumprimento à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Fonte: Mapa

Últimas notícias

Incaper lança sistema eletrônico de avaliação de sustentabilidade da cafeicultura

Foto: Divulgação Incaper A sustentabilidade na cafeicultura é um dos ideais que norteiam ...

Inscrições para coordenação de pesquisa sobre peixes começam na segunda-feira (24)

As inscrições para a seleção de coordenador de projeto de pesquisa do Instituto ...

Venda Nova do Imigrante é destaque em projeto de qualificação do turismo rural

A rota de Agroturismo em Venda Nova do Imigrante foi validado pelo Ministério ...

Café: números da exportação demonstram a força da produção

Com a recente divulgação dos dados de exportação do café brasileiro fica claro ...

Batata apresenta queda de preços enquanto cebola sobe nas Centrais de Abastecimento

Um dos tubérculos mais utilizados na culinária brasileira, a batata apresentou oferta recorde ...