Com baixa oferta, indicador do arábica sobe quase R$ 100/sc em maio

Mesmo com o início da colheita da nova safra no Brasil, os preços do café arábica dispararam em maio.

Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio da expectativa de oferta mais justa tanto no País quanto em outras origens no curto prazo.

Além disso, o atual clima desfavorável em lavouras nacionais e problemas logísticos na Colômbia também reforçam o movimento de alta nos preços externos e internos do arábica.

Entre 30 de abril e 31 de maio, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, avançou expressivos R$ 94,82 por saca de 60 kg (ou +12,1%), a R$ 877,41/sc no dia 31 – novo recorde nominal da série do Cepea, iniciada em 1996.

Fonte: Cepea

Últimas notícias

Exportação de amendoim atinge US$ 70,8 milhões entre janeiro e abril

O setor brasileiro de amendoim registrou uma receita de US$ 70,8 milhões entre ...

Custos de produção de frangos aumentam quase 20% e de suíno mais de 10% entre janeiro e maio

Os custos de produção de frangos de corte já subiram 19,63% entre janeiro ...

Abelhas sem ferrão usam microrganismos para preservar o mel e muito mais

Vários estudos relatam que esses insetos dependem de fungos e bactérias também para ...

CNA e Fambras iniciam curso sobre oportunidades e desafios para o agro brasileiro nos países islâmicos

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Federação das ...

Como os custos de produção têm afetado os produtores

Nos últimos meses, muito tem se falado sobre o aumento no custo de produção ...