Com baixa oferta, indicador do arábica sobe quase R$ 100/sc em maio

Mesmo com o início da colheita da nova safra no Brasil, os preços do café arábica dispararam em maio.

Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio da expectativa de oferta mais justa tanto no País quanto em outras origens no curto prazo.

Além disso, o atual clima desfavorável em lavouras nacionais e problemas logísticos na Colômbia também reforçam o movimento de alta nos preços externos e internos do arábica.

Entre 30 de abril e 31 de maio, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, avançou expressivos R$ 94,82 por saca de 60 kg (ou +12,1%), a R$ 877,41/sc no dia 31 – novo recorde nominal da série do Cepea, iniciada em 1996.

Fonte: Cepea

Últimas notícias

Coops já podem enviar projetos para o PAA

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) liberou o sistema para recebimento dos projetos ...

Selo Arte para produtos de abelhas e derivados terá início em outubro

Podem receber o Selo produtos artesanais de abelhas Apis mellifera e de abelhas ...

Você conhece a Doença de Haff? Mapa monitora casos no Brasil

Orientação é que consumidor adquira pescado com selo de inspeção oficial O Ministério ...

Fórum Café e Clima apresenta condições da produção diante dos impactos climáticos

Como os cafezais estão reagindo diante do comportamento do clima, marcado por seca, ...

Bolsonaro veta projeto sobre medidas emergenciais de amparo à agricultura familiar

Foto: Veja O presidente Jair Bolsonaro vetou um projeto de lei sobre medidas ...