Com baixa oferta, indicador do arábica sobe quase R$ 100/sc em maio

Mesmo com o início da colheita da nova safra no Brasil, os preços do café arábica dispararam em maio.

Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio da expectativa de oferta mais justa tanto no País quanto em outras origens no curto prazo.

Além disso, o atual clima desfavorável em lavouras nacionais e problemas logísticos na Colômbia também reforçam o movimento de alta nos preços externos e internos do arábica.

Entre 30 de abril e 31 de maio, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, avançou expressivos R$ 94,82 por saca de 60 kg (ou +12,1%), a R$ 877,41/sc no dia 31 – novo recorde nominal da série do Cepea, iniciada em 1996.

Fonte: Cepea

Últimas notícias

Cooperativas capixabas podem usar Funsaf para modernização da produção agrícola

A economia colaborativa é realidade no Espírito Santo há anos. No mundo agropecuário, ...

Recuperação de nascentes beneficia comunidade rural

Uma parceria firmada entre Emater-MG, prefeitura, Copasa e produtores rurais permitiu a criação ...

Faculdade CNA está com inscrições abertas para o vestibular

A Faculdade CNA está com inscrições abertas até o dia 23 de fevereiro ...

Inscrições para coordenação de pesquisa sobre peixes começam na segunda-feira (24)

As inscrições para a seleção de coordenador de projeto de pesquisa do Instituto ...

Venda Nova do Imigrante é destaque em projeto de qualificação do turismo rural

A rota de Agroturismo em Venda Nova do Imigrante foi validado pelo Ministério ...