Cooperativa realiza plantio de pimenta-rosa em parceria com projeto que ressocializa detentos

A Cooperativa dos Produtores Agropecuários da Bacia do Cricaré realizou, em parceria com as entidades responsáveis pelo projeto “Semeando a Liberdade”, o plantio de 4 mil mudas de pimenta-rosa – ou aroeiras – na Fazenda Rancho de Telha, próxima à Penitenciária Regional de São Mateus, na Região Norte do Estado do Espírito Santo. O projeto possui cessão de uso da área por se tratar de uma propriedade do Estado.

A ação contou com a participação de detentos em regime semiaberto, pois é objetivo do projeto “Semeando a Liberdade” promover a ressocialização e a reinserção desse público no mercado de trabalho por meio da produção agrícola nas modalidades de fruticultura e horticultura. 

Goiaba, café, hortaliças e banana são cultivadas na fazenda, que agora também conta com pés de aroeira. Com a ideia de inserir os cultivos de pimenta-do-reino e pimenta-rosa, o projeto buscou a Coopbac com a intenção de consolidar um acordo de cooperação visando, dentre outros objetivos, garantir a comercialização de sua futura produção.

A Coopbac já apoiava o projeto de forma indireta, por meio da comercialização de adubos, equipamentos e apoio logístico, além de comercializar o café produzido no terreno próximo à penitenciária. 

Agora como parceira direta, a cooperativa dá suporte técnico à implantação de novas culturas na fazenda em parceria com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper); fornece insumos; adquire a produção de café, pimenta-do-reino e pimenta-rosa;  apoia as ações desenvolvidas pela Associação Semeando a Liberdade, como foi o caso do plantio de aroeiras; e fornece apoio financeiro e institucional ao projeto junto ao Estado e à sociedade civil, conforme a capacidade da cooperativa.

Para retribuir, a Associação Semeando a Liberdade se tornou uma cooperada Coopbac, auxiliando a cooperativa a fortalecer o modelo de negócio e os princípios cooperativistas em sua região de atuação.

Segundo o diretor administrativo da Coopbac, Erasmo Negris, a parceria com a associação coloca em prática, mais especificamente, o que preza o sétimo princípio do cooperativismo capixaba, o Interesse pela Comunidade, ao permitir a ressocialização de detentos.

“Cumpre-se, por parte da cooperativa, o sétimo princípio cooperativista, atuando em um eixo que sofre bastante por ser discriminado, que é o do reingresso dos detentos à sociedade”, explica.

A responsabilidade socioambiental, por sua vez, também é uma preocupação constante da Coopbac. Por isso, ela integra os objetivos do projeto “Semeando a Liberdade” por meio do plantio de culturas de forma sustentável.

“Por se tratar de uma grande e contínua preocupação da Coopbac, é importante ressaltar que a área ocupada pela associação possui um grande viés ecológico e de sustentabilidade”, afirma Negris.

PROJETO “SEMEANDO A LIBERDADE” – Percebendo a necessidade de criar estratégias de atuação junto à população carcerária, a Cáritas Diocesana de São Mateus – uma pastoral carcerária, em conjunto com a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) e outros parceiros públicos e privados, implantaram, em 2014, o projeto “Semeando a Liberdade”.

O projeto trabalha com detentos em cumprimento de pena na Penitenciária Regional de São Mateus sob regime semiaberto, que antes de ingressar nas atividades da associação mantenedora do projeto passam por várias etapas de credenciamento.

Todos os detentos atendidos, além da remissão de pena, recebem um salário-mínimo mensal; acompanhamento social, psicológico e religioso; e orientação para técnicas agrícolas.  Uma parcela das despesas do projeto é custeada pelas receitas geradas a partir da produção agrícola e, a outra parte, é custeada pelas entidades parceiras, como a Coopbac.

Ao todo, Associação Semeando a Liberdade, que mantém o projeto, já ressocializou 32 pessoas detentas desde o ano de 2013.

Fonte: OCB-ES

Últimas notícias

Cooperativas capixabas podem usar Funsaf para modernização da produção agrícola

A economia colaborativa é realidade no Espírito Santo há anos. No mundo agropecuário, ...

Recuperação de nascentes beneficia comunidade rural

Uma parceria firmada entre Emater-MG, prefeitura, Copasa e produtores rurais permitiu a criação ...

Faculdade CNA está com inscrições abertas para o vestibular

A Faculdade CNA está com inscrições abertas até o dia 23 de fevereiro ...

Inscrições para coordenação de pesquisa sobre peixes começam na segunda-feira (24)

As inscrições para a seleção de coordenador de projeto de pesquisa do Instituto ...

Venda Nova do Imigrante é destaque em projeto de qualificação do turismo rural

A rota de Agroturismo em Venda Nova do Imigrante foi validado pelo Ministério ...