Projeto promove comercialização entre agricultura familiar e supermercados no ES

A agricultora familiar Vera Lúcia Pinheiro cultiva hortaliças, feijão e banana em sua propriedade no município e apresentou interesse em participar do projeto de comercialização

A comercialização de produtos é uma demanda antiga da comunidade rural de Pedro Canário, diagnosticada pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). A fim de promover melhorias econômicas para as famílias, a equipe do Escritório Local de Desenvolvimento Rural (ELDR) do Incaper do município está desenvolvendo um projeto para que os agricultores familiares façam a venda de seus produtos diretamente a supermercados da cidade. 

O extensionista e coordenador do ELDR, do Incaper de Pedro Canário, Thiago Carvalho, explicou que a renda dos agricultores familiares do município é advinda de políticas públicas destinadas à entrega de alimentos, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o Compra Direta de Alimentos (CDA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). O objetivo do projeto é aumentar a renda das famílias por meio da comercialização tradicional para supermercados, de maneira que as políticas públicas se tornem um complemento à renda dessas famílias.

O projeto é desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente (Semag) e os supermercados Locatelli e Linharense. O Incaper e a Semag atuarão na assistência técnica aos produtores e a Prefeitura de Pedro Canário auxiliará na logística de escoamento da produção até os supermercados.

De início, 16 agricultores familiares foram pré-selecionados pelas equipes do Incaper e da prefeitura para participarem do projeto de comercialização para os supermercados. A agricultora familiar Vera Lúcia Pinheiro cultiva hortaliças, feijão e banana em sua propriedade e apresentou interesse em participar do projeto de comercialização. A expectativa é de que mais produtores participem ao decorrer do desenvolvimento do projeto.

“Tivemos boa aceitação do projeto por parte dos parceiros institucionais e dos agricultores. Vamos dar início às visitas nas propriedades para construirmos juntos as soluções de comercialização dos produtos. É bom reiterar que, além dessa vertente de comercialização, estamos trabalhando para fortalecer outras vertentes, como a feira livre, o mercado municipal e o Centro de Comercialização da Agricultura Familiar de Pedro Canário”, ressaltou Thiago Carvalho.

Fonte: Incaper

Últimas notícias

Tradição familiar no agronegócio em evidência na Praça do Papa

A tradição familiar marca o agronegócio capixaba, que, segundo dados do Governo do ...

Ação de fiscalização do Mapa apreende 173 mil litros de bebidas com indícios de fraude

Uma ação de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) resultou ...

Mapa reforça vigilância após ocorrências de Peste Suína Africana na República Dominicana

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que está acompanhando e ...

Cooperação alemã investe U$ 2 milhões em projeto de apoio ao Comércio Justo na América Latina e Caribe

Mais de 84 mil produtores(as) da região da América Latina e do Caribe ...

Agricultura familiar recebe investimentos no Espírito Santo

Para comemorar a Semana da Agricultura Familiar, o Governo do Estado anunciou um ...