Senar-ES comemora 28 anos de capacitação das famílias rurais capixabas

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-ES) completa 28 anos. Ao longo dessa trajetória, foram realizados mais de 21 mil treinamentos de capacitação para as famílias rurais capixabas. 

A missão do Senar-ES é realizar a educação profissional, a assistência técnica e gerencial e as atividades de promoção social, contribuindo para um cenário de crescente desenvolvimento da produção sustentável, da competitividade e de avanços sociais no campo. 

Desde 2015, ano da implantação do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) no Estado, foram assistidas 2.067 propriedades rurais, em 52 municípios capixabas, nas mais diversas culturas: Cafeicultura, Olericultura, Bovinocultura, Fruticultura, Floricultura, Pipericultura, Ovinocultura e Heveicultura. 

“O Senar-ES tem participação importante no auxílio ao produtor rural com novas tecnologias de produção e aumento da produtividade, para favorecimento da renda e da qualidade de vida no campo”, disse o presidente do conselho administrativo do Senar-ES, Julio da Silva Rocha Júnior. 

A superintendente do Senar-ES, Letícia Toniato Simões, destaca que a missão da instituição é de grande valor. “O Senar-ES tem uma missão muito nobre, assim como a missão do produtor rural, que envolve amor pela terra e cuidado com a família. Nós estamos presente no dia a dia de cada produtor levando conhecimento, inovação e tecnologia”. 

Simone Cardoso, analista de supervisão de RH, e Welingtonglei de Carvalho, coordenador administrativo financeiro, são colaboradores do Senar-ES desde sua fundação e se orgulham de trabalhar na casa há 28 anos. 

“Eu vejo o Senar-ES como uma porta aberta para o meu desenvolvimento como profissional e como pessoa. Amo trabalhar na instituição, porque ela é séria em todas as suas condutas. O trabalho que o Senar-ES exerce nos dá alegria e vontade de continuar todos os dias”, disse Simone. 

“Por ser uma instituição com uma missão tão nobre, me sinto parte de um processo em que conseguimos gerar mais dignidade para as pessoas que trabalham com a terra. Enxergo o Senar-ES sempre com ótimas propostas, ajudando a ressignificar as atividades do meio rural, atendendo o produtor naquilo que ele realmente mais precisa”, revelou Welingtonglei. 

Entre os veteranos da casa está também o coordenador de Formação Profissional, Fabricio Gobbo, que trabalha na instituição desde 1995. “Se passaram tantos anos e hoje vejo um novo Senar-ES que está fazendo diferença na vida das pessoas, especialmente com a Assistência Técnica e Gerencial de qualidade. Muitos produtores capixabas começaram a ver a propriedade como uma empresa, estão aumentando a sua renda e adquirindo uma coisa que ninguém tira dele, o conhecimento”, falou. 

Fonte: Senar-ES

Últimas notícias

Menor oferta mundial de café impulsiona valores futuros

Os contratos futuros do café arábica tiveram desempenho positivo nesta semana, voltando a ...

Doze municípios do Espírito Santo passam para risco baixo de contaminação da Covid-19

O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (07), o 54º Mapa de Risco ...

Seminário discute déficit de armazenagem para grãos e aponta soluções emergenciais

A constatação da necessidade de aumentar o espaço para armazenar grãos nas principais ...

Conquistas no campo são alcançadas com o auxílio da Contribuição Sindical Rural

A Contribuição Sindical Rural (CSR) fortalece a categoria rural, e, é através dela ...

Ceasa-ES inicia coleta de culturas de produtos do mercado para análise

Ação vem sendo realizada em parceria com o MPES e a Vigilância Sanitária ...